Slideshow Image 1
Slideshow Image 2
Slideshow Image 3
Slideshow Image 4

Home IGREJA Nossa História

Nossa História

FUNDAÇÃO:

O nascimento da IEMM veio da necessidade de alcançar povos que ainda estão na dispersão do mundo, sem acesso ao evangelho do Senhor Jesus Cristo. A princípio era mantida a atividade de evangelismo independente e interdenominacional, denominada de Ministério Evangelístico e Missionário da Amazônia (Moriá), com distribuição gratuita de novos testamentos e literaturas com mensagens bíblicas salvadoras. Essas atividades eram mantidas e realizadas pelo reverendo Solano de Souza Ferreira.

A ação ficou limitada e surgiu a necessidade de se fazer algo mais consistente para a propagação do evangelho. O chamado de Deus para que a ação não ficasse restrita à distribuição de literaturas veio definitivamente no ano de 2004. Mas havia resistência por ainda não haver a clara compreensão da legítima vontade de Deus.
 

Os primeiros encontros missionários surgiram em Porto Velho (RO), a partir de outubro de 2004, com reuniões de celebração a Deus por pessoas que pretendiam congregar no cristianismo e não tinham igreja. As reuniões eram devocionais e oração feitos de casa em casa. Alcançando almas desviadas e outras que ainda não conheciam Jesus Cristo como Senhor e Salvador, o grupo passou a reunir periódicamente para adorar a Deus.

Por falta de um templo, as reuniões eram em casas de irmãos. O primeiro culto efetivo do grupo aconteceu na sala da casa da Familia Costa na rua Paulo Freire, bairro União da Vitória, no dia 7 de fevereiro de 2005. Uma valorosa senhora, irmã Francisca Freire também cedeu sua casa para fazermos cultos no bairro Esperança da Comunidade, onde dezenas de crianças cultuavam a Deus com alegria, além de uns dois ou três adultos. 

A dificuldade de congregar sem templo levou parte do grupo a se unir com a Igreja Pentecostal Missionária Cristo é Vida (IPMCV) e os demais seguiram para outras denominações. Foi na “Cristo é Vida” que o reverendo Solano foi consagrado a pastor.

A IPMCV mantinha congregações e pontos de cultos em projetos de assentamentos rurais na Amazônia Brasileira, mais precisamente em Rondônia e Amazonas. Nessa época, o pastor Solano tinha a missão de mensalmente visitar essas congregações e celebrar a Santa Ceia para os crentes que viviam isolados em lotes com floresta quase inóspita.

Essas viagens missionárias eram sofridas. As estradas eram precárias chegando a mais de 20 quilômetros de atoleiros. Carros quebravam, moto atolava, e até à pé era difícil caminhar. Com persistência e fé aqueles irmãos recebiam o corpo e o sangue do Senhor Jesus, presentes no pão e no vinho.

Com a transferência da “Cristo é Vida” para outro estado, surgiu a definitiva necessidade de manter o atendimento a essas comunidades e também a outros irmãos que congregavam na cidade. O chamado de Deus se renovou e houve encorajamento. Mas sem qualquer estrutura para iniciar os congregados se dispersaram seguindo para outras denominações.
 

Somente em 2006, por direção Divina, através do Espírito Santo de Deus, o Ministério Evangelístico e Missionário da Amazônia (Moriá) foi elevado como igreja pelo reverendo Solano de Souza Ferreira, Pastor Presidente Fundador e uns poucos irmãos já se reuniam com o casal de missionários.

Não foi fácil aos fundadores aceitarem uma missão direcionada pelo Espírito Santo que dizia: "Vai sem olhar para trás, e recomeça tudo do zero." Surgiu o plano de Deus de criar uma igreja iniciada com três pessoas, com os dons proféticos e ministeriais. A promessa de Jesus Cristo foi de uma igreja vigorosa para promover curas, libertações, restauração espiritual e desenvolvimento cristão através da legitima Palavra de Deus.

No dia 17 de junho de 2006 foi realizado o primeiro culto no templo, um salão alugado na avenida José Vieria Caúla, 3751, primeiro andar, no bairro Embratel, região central de Porto Velho. Um desafio para organizar o sistema congregacional basicamente sem membros, crendo puramente na promessa de Deus que formaria um grande rebanho. Os primeiros cultos dominicais não passavam de umas dez pessoas no amplo salão louvando ao Senhor com alegria.

Em 04 fevereiro de 2007, com um pequeno grupo que já congregava ativamente, foi organizada a Igreja Evangélica Missionária Moriá que adotou a sigla IEMM, quando foi aprovado o estatuto e eleita a primeira diretoria.

Mesmo assim, a Igreja se consolidou com três cultos semanais, uma campanha de oração freqüente nas terças-feiras, e Escola Bíblica aos domingos pela manhã. Ainda no primeiro mês de abertura do templo, em 2006, começaram a congregar os primeiros membros.

Os primeiros dois anos foram muito difíceis, mas com perseverança e fé, a Igreja cresceu, formando um rebanho firmado na unção e alegria de adorar a Deus, mantendo os princípios missionários. A igreja mantém semanalmente o propósito de realizar evangelismos individuais e coletivos, reuniões de orações e vigílias, e estudo da Palavra de Deus.

Atualmente a IEMM tem nove Ministérios em atividades, subdivididos em diversos departamentos e núcleos administrativos e eclesiásticos, sendo: Escola Bíblica; Departamento de Obreiros e Apoio Administrativo; Departamento de Evangelismo e Missões; Departamento de Música, Louvor e Adoração; Departamento da Juventude; Departamento de Mulheres; Departamento Infanto-Juvenil.

Através do Departamento de Educação Cristã é mantido o Seminário de Teologia Missionária Moriá (Setem). Igreja mantém o Seminário para a formação de obreiros, oficiais e ministros do Evangelho dentro do propósito de fazer missões. O seminário também atende irmãos vocacionados de outras Igrejas que agregam o mesmo sistema teológico e de fé cristã.

A cada ano que passa, Deus acrescenta à Igreja pessoas que dispõem a ajudar no propósito missionário. A IEMM vem crescendo em número e em unção. O poder de Deus é revelado a cada celebração com milagres, sinais e maravilhas operadas em o Nome do Senhor JESUS. Nossa meta missionária é concentrar atividades na região Amazônica e Andina. Para isso já iniciamos ações para alcançar os povos da Bolívia e Peru.

A medida em que, o Espírito Santo de Deus vai nos direcionando, vamos ampliando as ações e atividades para cumprir a determinação de Jesus Cristo, expressada em Mateus 28 e Marcos 16 que é o principio de “IR” e levar a Palavra a todos os povos e nações para que aqueles que crêem possa ser batizados e livres da condenação eterna