Slideshow Image 1
Slideshow Image 2
Slideshow Image 3
Slideshow Image 4

Home NOTÍCIAS

Notícias

IGREJA ORA PELA CONVERSÃO DE CARNAVALESCOS E FOLIÕES



Durante a semana de Carnaval, a Igreja Evangélica Missionária Moriá – IEMM realizou evangelismos estratégicos nos locais de festas e de desfiles de escolas de sambas. No mesmo período, a Igreja esteve unida em oração pela conversão dos foliões e carnavalescos.

As ações foram coordenadas pelo missionário Marcos Pereira da Costa e pelo ir. Gilmar Girão, que dirigem o Departamento de Evangelismo e Missões. Todos os Departamentos da Igreja estiveram envolvidos em apoio ao evangelismo e orando.

As orações foram realizadas todas as noites das 19h às 22h, no Templo Matriz. Cada dia um departamento conduzia o período de oração. As ministrações foram com grande avivamento.

Os Departamentos de Jovens e de Louvor realizaram peças de dança e teatro.

 

JOVENS FAZEM EVANGELISMO ESTRATÉGICO



O Ministério de Jovens iniciou no domingo (14/06/09), as atividades de evangelismo em massa. A atividade se concentrou num pit-stop nos semáforos da avenida Rio Madeira com rua José Vieira Caúla (Embratel), principal cruzamento de avenidas nas proximidades da Igreja.

Foram distribuídos em uma hora cerca de mil folhetos com mensagens evangelísticas. Esta ação é o reinicio de um importante projeto da IEMM que é de levar a Palavra de Deus àqueles que nunca entraram num templo ou estejam desviados da fé cristã.
O resultado empolgou a mocidade. Uniformizados, abordavam os motoristas e passageiros dos carros que paravam nos sinais. Além da distribuição de folhetos, foram feitos convites verbais para a visitação à Igreja.

 

TEATRO EMOCIONA A IGREJA

No culto dominical (14/06) o Departamento de Artes da IEMM realizou uma performance teatral com base na música Te Amo, de Eloísa Rosa. A peça envolveu o grupo de dança e o elenco teatral. Os personagens foram interpretados por Pb Roberto (Jesus), Geizy e Cairime (Adoradoras do Rei), Larissa (Espírito Santo) e Prª Nathieli (Inimigo). A mensagem foi recebida pela igreja como um despertamento contra as artimanhas do inimigo para tentar impedir a adoração a Deus.